INCÚRIA, DESLEIXO, INCOMPETÊNCIA OU IRRESPONSABILIDADE



A Avenida foi sempre o ex-libris de Vila Real de Santo António, a rua que noutras vilas do sul se designam por "rua direita" em VRSA era conhecida por "Avenida", apesar de ser a Rua Teófilo Braga. Nela se localizavam a maioria dos cafés, era o local de passeio domingueiro dos vila-realenses, nela se situava a "Praça das Verduras" e outros negócios, desembocava na Praça Marquês de Pombal.

Nos anos 60 era cuidada como se fosse uma peça fina, todos os dias pelas 8 horas da manhã era aspirada de uma ponta à outra, quem nela passava não encontrava um papel ou uma pastilha elástica, os mosaicos estavam todos impecáveis, era impossível encontrar um bocado de ferro quebrado ou um mosaico rachado. Era de tal maneira querida para os vila-realenses que no célebre "Dia do Trabalha Nacional", nos tempos agitados de 1975, os que não trabalhavam e quiseram dar o seu contributo nesse dia juntaram-se e lavaram ... a Avenida.

Quem não se lembra dos gelados do Firmo ou da Tia Maria das Ervilhanas na esquina do Trindade Coelho? Quem nunca se encostou no debrum da montra da Sapataria Duarte, não olhou p+ara a variedade de garrafas na montra do Madeira ou não deu sucessivas voltas nas noites abafadas de Verão?

Hoje a "Avenida" parece continuar a ser o símbolo de como é gerida a autarquia, infelizmente é assim, uma espécie de museu vivo da incúria, do desmazelo, da incompetência e da irresponsabilidade. Autarcas que não sentem vergonha deste espetáculo e não se preocupam muita com as quedas que os seus concidadãos poderão dar por tropeçarem nos buracos no ferro fundido.

Talvez a senhora presidente da autarquia veja aqui uma excelente oportunidade para colocar mais um dos seus outdoors amarelos e protestar pelo estado lastimável. a que chegou a avenida. Enfim, nada que ela não possa fazer por cinco mil euros e até pode chamar o famoso da EN 125 mais as televisões para dar uma das suas oportunas entrevistas.







PS: Será que o jornal da terra não repara nestas coisas ou a sua vocação é só para colocar notícias "oportunas"?