BOCAS NO TROMBONE



1. Fenómenos estranhos



Em Vila Real de Santo António sucedem coisas estranhas, num dia reúne-se o politburo e no dia seguinte, na esplanada ao lado institui-se a censura no VRSA+Espectacular, a partir de agora críticas devem ser dirigidas à autarquia. As únicas críticas que ali podem ser feitas são as que vão no sentido dos interesses dos comerciantes que administram a página, como sucedeu recentemente com o encerramento da rua, bem como críticas ao governo, como as críticas à EN125 ou como a que o Dr. Pereira de Campos fez ainda hoje, em relação INFARMED, crítica que, aliás, partilhamos.

É uma pena, por este andar o VRSA+Espectacular arrisca-se a ser o Facebook N.º 2 do Cunha.

O nervosismo do poder é tanto que é necessário recorrer a medidas drásticas, umas feitas no segredo dos teclados, outras em público.

2. Terra assombrada?



VRSA está cheia de empresários fantasmas, cada vez que se procura o ilustre investidor na esperança de algum empresário de referência ter apostado na nossa cidade amos com um fantasma, cada cavadela era uma minhoca. Primeiro foi o negócio do Grande Hotel Guadiana, demos com um Sequeira de uma empesa unipessoal com 10.000 euros de capital.

Agora que pensávamos que teríamos de dar os parabéns a um autarca por causa do sonho do bar da Praia do Três pauzinhos damos com outra empresa fantasma. Por este andar a sequela do filme Caça Fantasmas ainda vai ser rodada na cidade.

3. Alguém viu os barcos?

Num momento hilariante a autarca inventou uma regata no Guadiana no dia da inauguração do Grand Beach Bar, aliás, segundo a pobre senhora não foi uma inauguração, foi uma "organização interna". Se alguém tem fotografia da partida das embarcações que as mande porque nem no VRSA+Espectacular alguém se lembrou de referir tão importante acontecimento. Enfim, depois de empresários fantasmas, também temos veleiros fantasmas, ainda vamos descobrir tesouros escondidos por corsários cujas almas penadas andam à noite ali para os lados da Praça Marquês de Pombal.

4. O Império contra-ataca



Como a oposição não cedeu com pequenas escaramuças e ataques de guerrilha o nervosismo tomou conta do Império galático foi obrigado a reunir o seu  e o Darth Vader foi obrigado a reunir o Senado Galático com a presença especial do próprio Darth Vader. Nos comentários, nas medidas repressivas nalguns espaços e noutras manobras já se sente o contra-ataque e os métodos do velho Darth Vader que parecia estar a gozar de férias sabáticas, mas face à incompetência dos seus chefes teve de voltar a pegar em armas.