DIME DÓNDE ESTÁS BABY LORES!



E o Baby Lores, onde está? É conhecido o fascínio que o agora artista Luís Gomes sempre nutriu por Cuba e por Fidel Castro. O que não deixa de ser curioso e contraditório, pois foi eleito encabeçando uma lista de um partido de direita. e dice dónde estás

Em doze anos à frente do município de Vila Real de Santo António foram inúmeras as viagens a esse país caribenho. Se ao início a justificação para essas viagens foram as operações às cataratas que, segundo artigo publicado pela revista Visão, afinal, em Portugal eram bem mais baratas, depois, como nada é explicado convenientemente, é difícil perceber o porquê de tanta correria para Cuba.

O que se sabe é que os ares de Cuba permitiram a extraordinária descoberta da vocação tardia de cançonetista que adotou um estilo entre a canção de embalar, o avô cantigas e uma sonoridade remotamente cubana, em que roda o corpo de braços abertos sem sair do sítio, como se pode verificar através dos vários vídeos tornados públicos.

O descobrimento da vocação surge em simultâneo com a formação de um dueto com o cantor cubano Baby Lores que rapidamente criou uma legião de fiéis seguidores, como se pôde comprovar nos diversos concertos garantidos por vários municípios. Quando a carreira do dueto parecia ir de vento-em-popa, sem qualquer aviso, o Baby Lores desapareceu da programação e da agenda de espectáculos do agora artista Luís Gomes. Que se terá passado com o cubano Baby Lores?