MENTIRAS DO REPÓRTER DO LARGO: AUDITORIAS ARQUEOLÓGICAS





Às auditorias de gestão ou forenses o deputado banqueiro acrescentou as eleitorais, dizia o espertalhão ideólogo que as eleições funcionam como auditorias dos eleitores, não se justificando assim que encerradas as contas estas consideram-se devidamente enterradas.

Mas a nossa Presidente anda tão empolgada a fazer vídeos para mostrar como a sua gestão é melhor do que a do Darth Vader, que já foi filmar as escavações arqueológicas de Cacela Velha, onde se encontrou um busto de um tal Tibério Cabritius, representante do imperador na Cacela Velha romana. A única imagem conhecida deste importante senador romano é este busto, agora achado nas escavações realizadas com a proposta e patrocínio da Sra. Dra. Conceição Cabrita.

Há quem assegure que basta olhar para o busto para se perceber que os nossos Carbritas descendem da melhor linhagem da região, nada que tenha que ver com drogarias como sucede com o Darth Vader, que ainda cheira a DDT. Tibério Cabritius ficou na história de Cacela Velha por ter tido um importante papel na promoção do comércio, tendo para isso manado construir uma estrada romana que ia direitinha às lojas que pertenciam à mais fina nobreza loca. Está assim demonstrado que esta mania de andar a meter vasos no meio da estrada está na massa do sangue.

A autarca anda tão empolgada com as descobertas que até vai responder à exigência da oposição de contas transparentes propondo que em vez da exigida e onerosa auditoria de gestão, se adote um novo tipo de auditorias arqueológicas, assim, em vez de ir ver as contas dos últimos quinze anos, proceder-se-ia a uma auditoria às contas do Tibério, provando-se que desde muito antes de Cristo ter nascido nenhuma dívida pode ser atribuída aos Cabritas.